sábado, 30 de agosto de 2014

Deus está a lutar consigo

Jesus disse: “Certo homem nobre partiu para uma terra remota, a fim de tomar para si um reino e voltar depois. E, chamando dez servos seus, deu-lhes dez minas, e disse-lhes: Negociai até que eu venha” (v.12-13). Nós não fomos chamados para “guardar o forte”, mas para irmos e possuirmos a terra. Cristo não está a voltar para uma igreja vencida, mas para uma igreja vitoriosa. Você diz: “Mas as probabilidades contra mim não parecem boas”. Depois precisa de olhar para as “probabilidade de Deus”. De acordo com a matemática d’Ele uma pessoa pode derrotar mil inimigos, mas duas podem derrotar dez mil (Deuteronómio 32:30). 

Deus gosta muito de pegar em algo que parece pequeno e insignificante, multiplicá-lo por Si mesmo e fazer sair daí a vitória.

Quando Deus disse a Gedeão que o usaria e a trezentos soldados para destruir um exército de centenas de milhares, Gedeão lembrou a Deus que vinha da mais pequena tribo e da mais pequena família. Mas Deus disse: “Porquanto eu hei de ser contigo, tu ferirás aos midianitas como se fossem um só homem” (Juízes 6:16). 

A certeza da promessa de Deus afasta todos os “talvez” e todos os “se”. 

Gedeão disse aos seus trezentos homens:“Tocandera buzina [...] então também vós tocareis a buzina ao redor de todo o arraial, e direis: Espada do Senhor, e de Gedeão” (Juízes 7:18). 

Quando brandir a sua espada deste lado, olhe por cima do seu ombro e verá Deus brandir a Sua do outro lado. Você não está só. Deus está a lutar ao seu lado, então vencerá.

UCB Portugal 





Sem comentários:

Publicar um comentário